Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Plenário
Início do conteúdo da página

Aurélio Goiano sugere criação de centro esportivo de grauterapia e de programa Cesta Verde

Publicado em Sexta, 08 de Outubro de 2021, 12h53 | Voltar à página anterior

Em duas indicações separadas, o vereador Aurélio Goiano (PSD) sugeriu ao governo municipal a criação de um centro esportivo para práticas esportivas de “grauterapia” (Indicação nº 627/2021); e implantação do programa Cesta Verde (Indicação nº 628/2021). Os pedidos foram feitos na sessão da última terça-feira (5).

Centro esportivo
Na justificativa para este pedido, o vereador destaca que Parauapebas, apesar de toda sua conjuntura econômica, ainda apresenta uma enorme ausência na inclusão esportiva, onde muitas modalidades não são ofertadas pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, dentre elas a prática conhecida como grau (andar em bicicletas com a roda dianteira suspensa), que para muitos é considerada crime, esquecendo que a maioria dos desportistas é formada por filhos, pais, irmãos, amigos e trabalhadores.

Segundo Aurélio Goiano, hoje em Parauapebas cerca de dois mil jovens grauzeiros praticam a modalidade em locais inadequados e sem nenhuma infraestrutura. Ele alerta que, mesmo com uso de equipamentos de segurança, o risco para os esportistas é eminente.

“Como é dever dos governantes garantir a prática esportiva, formal e não formal, definindo como direito do cidadão o acesso ao esporte e lazer através de políticas públicas de fomento ao esporte, trago a presente proposição a fim de cumprir a execução desse direito constitucional, cujo objetivo é fomentar alternativas esportivas seguras e adequadas aos jovens, visando potencializar a modalidade esportiva e consequentemente contribuir na inclusão social, através das práticas sócio-esportivas”, defende o vereador.

Programa Cesta Verde
Na justificativa da indicação, Aurélio Goiano frisa que o setor público precisa assumir a responsabilidade de fomentar mudanças sócio-ambientais, em nível coletivo, para favorecer as escolhas saudáveis no nível individual.

De acordo ainda com o legislador, a responsabilidade compartilhada entre sociedade, setor produtivo e o setor público é o caminho para a construção de modos de vida que tenham como objetivo central a promoção da saúde e a prevenção das doenças, além da diversidade na hora de uma refeição.

“Neste sentido, apresento a esta Casa de Leis a indicação do programa Cesta Verde, com intuito de fornecer alimentos saudáveis aos populares de baixa renda através de parceria entre as secretarias municipais de Produção Rural e de Assistência Social, onde, através da produção da agricultura familiar, cestas verdes sejam montadas e distribuídas quinzenalmente para famílias cadastradas como baixa renda”, sugeriu Aurélio Goiano.

Os demais vereadores entenderam a importância das duas indicações para a comunidade e votaram favoravelmente por suas aprovações. As proposições seguem para serem avaliadas pelas secretarias municipais de Esporte e Lazer (Semel), de Assistência Social (Semas) e de Produção Rural (Sempror).

Texto: Waldyr Silva / Fotos: Felipe Borges / AscomLeg2021

Fim do conteúdo da página