Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Destaques > Plenário > Câmara Municipal cria fundo de incentivo ao ensino superior
Início do conteúdo da página

Lei declara Organização da Sociedade Civil da Biodiversidade como entidade de utilidade pública

Publicado em Terça, 07 de Julho de 2020, 00h00 | Voltar à página anterior
Desenvolvendo em Parauapebas atividades específicas e com especialidades da problemática dos recursos hídricos, a Organização da Sociedade Civil da Biodiversidade (Biong) tornou-se referência em ações de conservação e recuperação das riquezas hídricas do município.
 
A organização está sempre vinculada em trabalhos de rede com associações comunitárias de moradores, de produtores rurais e associações de pesca. As áreas de atuação possibilitam promover e articular ações de áreas degradadas, recuperação de nascentes, margens de rios e afluentes.
 
As ações buscam despertar a resiliência de defesa de direitos e a sustentabilidade, prevenção ambiental, orientações direcionadas à melhoria da qualidade de vida das pessoas, assim como a construção de uma sociedade justa, inclusiva e solidária.
 
Por entender que o pleito da Biong vai ao encontro do interesse público, e que ela já demonstrou árdua atuação na cidade de Parauapebas, o vereador Zacarias Marques (PP) propôs, no Projeto de Lei nº 90/2020, a declaração da Biong como entidade de utilidade pública.
 
Vereador Zacarias Marques
 
A proposta foi debatida na sessão ordinária de terça-feira (30), em que o autor do projeto de lei explicou a importância da entidade no cuidado dos recursos hídricos do município, em especial das nascentes dos igarapés e do Rio Parauapebas, afirmando que a entidade vem somar e colaborar com o município e com os cuidados ao meio ambiente.
 
Ao ser colocada para votação, a proposição foi aprovada com unanimidade pelos demais vereadores e será enviada para sanção do prefeito Darci Lermen.
 
Texto: Josiane Quintino / Revisão: Waldyr Silva / Foto: Kleyber de Souza (AscomLeg)
Fim do conteúdo da página